Braind

Brands with brains.

A natureza das marcas.

helmut_smits6.jpghelmut_smits51.jpg

Quando atribuimos uma representação animal a uma marca, estamos acima de tudo a reivindicar as características que queremos que a marca represente no mercado. No entanto, fico a pensar se no caso da Lacoste, os atributos negativos não se sobrepõem aos positivos…

1 Comentário»

  João Carvalhinho wrote @

mmmm
Se o Puma é fácil de associar a equipamento de desporto (rapidez, agilidade), associar caracteristicas do crocodilo a roupa e acessórios…só mesmo pela pele🙂

Falando-se de roupa dificilmente se captam atributos negativos.
Se fosse uma marca para aplicar em ferramentas de trabalho pesado… ou mesmo em motas… acho que os dentes arreganhados não seriam grande coisa.

Assim, tratando-se de roupa, dificilmente estes atributos negativos se sobrepõem a durabilidade e exclusividade associada à pele, e mesmo um pouco de “Killer instinct” associado a uma vida social activa, emocionante e de sucesso…

Um bicho que dificilmente venderia bem no ramo da roupa seria por exemplo um porco… apesar de ter muitas qualidades fôfinhas

My two cents.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: